domingo, fevereiro 25, 2007

Sociedade anónima

Porque andas só?
Porque permaneces com esse olhar perdido no teu horizonte quando te esqueces do meu?
Porque somos plural sem saber ser individual?
Porque somos a consciência de uma solidão constante
Quando o resto do mundo que nos obriga a viver juntos?
Porque necessitamos de ser mais um fósforo, numa caixa apagada
nesta nossa sociedade anónima?

Olha!
Sabes o que sempre ouvi dizer?
Em negócios de amor...nunca se aceitam sócios

2 comentários:

João Cordeiro disse...

Um sonhador em full time

murphy disse...

Não estás só, algures a norte um celta olha por ti ;)